Seduc divulga locais de provas para processo seletivo de escola de Rondonópolishttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Seduc-divulga-locais-de-provas-para-processo-seletivo-de-escola-de-Rondonópolis.aspxSeduc divulga locais de provas para processo seletivo de escola de Rondonópolis<img alt="" height="199" src="/Galeria%20de%20Fotos/DSC_0020.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p style="text-align:justify;">Já estão disponíveis os locais de prova para os candidatos inscritos no processo seletivo da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT), para a contratação de professores e coordenadores pedagógicos que vão atuar na Escola Estadual Pindorama, em Rondonópolis, que oferta o Ensino Integral. </p><p style="text-align:justify;"> A prova terá 40 questões, sendo 15 de Modelo de Gestão, 15 de Modelo Pedagógico da Escola Integral, cinco de Literatura e Interpretação de Dados Educacionais e cinco de Legislação Educacional Brasileira.</p><p style="text-align:justify;">Os inscritos devem ter disponibilidade para o cumprimento de 40 horas semanais, não possuir dois concursos no Estado e não ter vínculos com outras instituições, sejam públicas ou privadas, e que tenham participado do Processo de Atribuição Simplificado (PAS) no município de atuação. O valor inicial da remuneração é de R$ 4.289. </p><p style="text-align:justify;">A prova está marcada para começar às 08h e segue até às 12h. A lista completa dos locais de prova pode ser conferida no final da matéria.</p><p>Para candidatos inscritos para outras unidades escolares que ofertarão o Ensino Integral, a prova será realizada no dia 17 de fevereiro, das 8h às 12h. Os locais de prova serão divulgados em breve.</p><p><a href="/SiteAssets/Paginas/Forms/ARRUMADAS/Locais%20de%20Prova%20EE%20Pindorama.xlsx"><img class="ms-asset-icon ms-rtePosition-4" src="/_layouts/15/images/icxlsx.png" alt="" />Locais de Prova EE Pindorama.xlsx</a><br></p>Seduc divulga locais de provas para processo seletivo de escola de Rondonópolis
Diminuir a evasão escolar é prioridade da Seduc para os próximos anoshttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Diminuir-a-evasão-escolar-é-prioridade-da-Seduc-para-os-próximos-anos.aspxDiminuir a evasão escolar é prioridade da Seduc para os próximos anos<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-2221.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​​​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A prioridade da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) nos próximos anos deve ser o combate aos altos índices de evasão escolar em Mato Grosso, sobretudo no Ensino Médio, quando quase um terço dos alunos desiste de estudar, pelos mais diversos motivos. A afirmação foi feita pelo secretário da pasta, Marco Marrafon, nesta quarta-feira (18.01), em Tangará da Serra (240 km de Cuiabá).</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-2221.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /><br></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">De acordo com Marrafon, o Programa Pró-Escolas, que contempla ações transformadoras nos eixos Ensino, Estrutura, Inovação e Esporte e Lazer, foi pensado com o intuito de tornar as escolas e o ensino mais atrativos.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Quando desiste da escola, o adolescente não tem alternativas, a não ser aceitar os piores empregos, ir para o mercado informal de trabalho, ou, o que é pior, cair no mundo da criminalidade – onde, nós sabemos, a vida dele será muito curta. Nós, enquanto gestores públicos, precisamos atacar esse problema”, afirmou.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Em Tangará, Marrafon conversou com um público formado por mais de 100 profissionais da educação, pais e alunos, em reunião realizada na sede do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro).</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Assim como em Juara e Juína, onde esteve no início desta semana, o secretário destacou que o intuito das visitas aos Cefapros de Mato Grosso é discutir o planejamento estratégico pensado para os próximos dois anos, por meio do Pró-Escolas. Para isso, foi criado o projeto Seduc Interativa, com o objetivo de percorrer as cidades-polos para debater propostas de melhorias para a educação pública estadual.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O diretor da Escola Estadual Indígena Malamalali, Pedro Nazokemai, contou que essa foi a primeira vez que viu um programa como o Pró-Escolas. Para ele, as mudanças já começaram a acontecer e a expectativa é de que os índices educacionais melhorem cada vez mais. “Esperamos que a Seduc dê continuidade a esse grande projeto e que tenhamos sucesso para mudar o que precisa ser mudado”, afirmou.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Professora há 31 anos, Ângela dos Santos Mercedes, que também é diretora de uma escola, ressaltou que, quando Marrafon assumiu a Seduc, em maio do ano passado, a classe estava fragilizada. “A vinda de uma pessoa técnica, com um novo olhar e vontade de fazer diferente, foi muito significativa para nós. E hoje essa abertura, como a presença dele aqui, é fundamental. O Pró-Escolas é um sonho de 31 anos de carreira”, ressaltou a profissional.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Além do encontro promovido durante o dia, Marrafon apresentou, à noite, o programa para a população de Tangará da Serra, na Câmara dos Vereadores. “Foram duas reuniões muito importantes com a comunidade escolar e com a classe política do município. Todos estão imbuídos no intuito de melhorar a educação. Avalio que foi bastante positivo, a mensagem foi passada, os projetos foram validados e agora poderemos avançar”, avaliou o secretário.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Tangará da Serra possui 20 escolas estaduais, sendo seis do campo e uma indígena. São mais de 10 mil alunos na rede estadual e aproximadamente dois mil profissionais da educação, segundo o assessor pedagógico, Saulo Scariot. O professor pontuou que a presença do secretário de educação no município é um alento para toda a categoria. “É a Seduc aqui perto de nós, ouvindo nossas demandas, debatendo e discutindo novas propostas, a fim de mudar o cenário da educação”, observou.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-1884.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" />​<br></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Visitas</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Marrafon também visitou quatro escolas de Tangará da Serra para verificar, principalmente, a estrutura das unidades e dar os devidos encaminhamentos para a resolução dos problemas. Esse foi o último município a ser visitado pela equipe da Seduc Interativa. Na próxima semana, as apresentações do Pró-Escolas serão feitas à população de Jaciara, onde será realizada a quarta edição da Caravana da Transformação. As visitas ocorrerão nos 15 Cefapros espalhados pelo Estado, até meados de fevereiro.​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><br></p>Diminuir a evasão escolar é prioridade da Seduc para os próximos anos
Seduc seleciona professores e coordenadores para 14 escolas de Ensino Integralhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Seduc-seleciona-professores-e-coordenadores-para-14-escolas-de-Ensino-Integral.aspxSeduc seleciona professores e coordenadores para 14 escolas de Ensino Integral<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/Secretaria%20convoca%20780%20professores%20de%20Língua%20Portuguesa.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) abriu o processo seletivo para a contratação de professores e coordenadores pedagógicos que vão atuar nas 14 escolas que passam a ofertar o Ensino Integral em 2017. As inscrições vão até o dia 31 de janeiro e podem ser feitas no site da Seduc.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">De acordo com Gracindo Rogério Gomes, da Coordenadoria de Ensino Médio da Seduc, poderão se candidatar profissionais com licenciatura plena, titulares dos cargos efetivos ou contratados temporiamente nas áreas de Linguagens, Ciências da Natureza, Matemática e Ciências Humanas, em efetivo exercício na rede estadual de ensino.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os interessados devem ter disponibilidade para o cumprimento de 40 horas semanais, não possuir dois concursos no Estado e não ter vínculos com outras instituições, sejam públicas ou privadas e que tenham participado do Processo de Atribuição Simplificado (PAS) no município de atuação.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os selecionados vão atuar nas escolas: João Sato, em Araputanga;  Nossa Senhora da Guia, em Barra do Garças; José de Mesquita, Antônio Epaminondas, Rafael Rueda, Cleinia Rosalina de Souza, João Panarotto e Nilo Póvoas, em Cuiabá; Pindorama, Antônio André Maggi, Silvestre Gomes Jardim e Adolfo Augusto de Moraes, em Rondonópolis; Mario Spinelli, em Sorriso; e Honório Rodrigues Amorim, em Várzea Grande.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O processo seletivo simplificado interno terá duas etapas. A primeira consiste em uma prova objetiva digital, que ocorrerá em duas datas: 22 de janeiro, das 8h às 12h, para os inscritos para a EE Pindorama, de Rondonópolis; e no dia 17 de fevereiro, das 8h às 12h, para as demais escolas de tempo integral.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A lista com os locais de prova será disponibilizada no site da Seduc no dia 21 de janeiro – para os candidatos da EE Pindorama – e no dia 16 de fevereiro para as demais instituições. A prova terá 40 questões, sendo 15 de Modelo de Gestão, 15 de Modelo Pedagógico da Escola Integral, cinco de Literatura e Interpretação de Dados Educacionais e cinco de Legislação Educacional Brasileira.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A segunda etapa consiste em entrevista dos candidatos por uma banca examinadora. Só passará pela entrevista aqueles que alcançarem uma nota igual ou superior a 24 pontos na prova objetiva. A data pode ser consultada no edital.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">As inscrições podem ser feitas clicando <a href="https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdKez-fzR2FJpkyEvPnC8wTE9hYene0idgONkwRr0812socMQ/viewform">aqui</a>.​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O edital do processo seletivo e as referências bibliográficas para a prova objetiva está sendo disponibilizada aos candidatos nos anexos baixo:</p><p>1-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/135265/1-INTRODUCAO+AS+BASES+DO+MODELO/dfee0c2a-b5bc-4cc1-bc78-579f35b96eb0">INTRODUCAO AS BASES DO MODELO​</a></p><p>2-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/135265/2-MP+PRINCIPIOS+EDUCATIVOS/c8936bce-6217-4aae-8e7c-78aa21ed92a6">MP PRINCIPIOS EDUCATIVOS​</a><br></p><p>3-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/135265/3-MP+CONCEITOS/e5e78790-a7d1-4810-b9cf-5869405c1b64">MP CONCEITOS​</a><br></p><p>4-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/135265/4-MP+COMPONENTES+CURRICULARES+EM/feb20042-a3d1-4e7e-805f-7f3b53b9a37a">MP COMPONENTES CURRICULARES ​</a><br></p><p>5-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/135265/5-MP+PRATICAS+EDUCATIVAS/9b761754-438b-41b2-8745-08a86a866965">MP PRATICAS EDUCATIVAS​​​​</a><br></p><p>6<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/0/6-MP+AMBIENTES+DE+APRENDIZAGEM/6b33f3c3-6584-4a9e-84c5-3702a50ecda9">-MP AMBIENTES DE APRENDIZAGEM​</a><br></p><p>7-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/0/7-MP+INSTRUMENTOS+E+ROTINAS/4b97fcc6-1cdb-4cd0-a281-92c953777180">MP INSTRUMENTOS E ROTINAS​​​</a><br></p><p>8-<a href="http://www.mt.gov.br/documents/21013/0/8-MG+TECNOLOGIA+DE+GESTAO+EDUCACIONAL/3c080285-395c-4582-9371-410ad4ac2b66">MG TECNOLOGIA DE GESTAO EDUCACIONAL​​</a><br></p><p>​​​<a href="/SiteAssets/Paginas/Forms/ARRUMADAS/Edital%20%2018-01-2017.docx"><img class="ms-asset-icon ms-rtePosition-4" src="/_layouts/15/images/icdocx.png" alt="" />Edital 18-01-2017.docx</a><br></p><p><br></p><p>​<br></p><p><br></p>Seduc seleciona professores e coordenadores para 14 escolas de Ensino Integral
Governo propõe parceria com setor produtivo para realização de projeto modelohttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Governo-propõe-parceria-com-setor-produtivo-para-realização-de-projeto-modelo.aspxGoverno propõe parceria com setor produtivo para realização de projeto modelo<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/32373873915_665628d91a_o.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Com o objetivo de transformar a educação em Mato Grosso, o governador Pedro Taques propôs uma parceria com a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) e Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) no custeio da elaboração do projeto da escola modelo, que faz parte do programa Pró-Escolas realizado pela Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc).</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O secretário adjunto de Obras da Seduc, Alan Porto, apresentou aos representantes das Associações, a importância do projeto modelo das escolas que serão construídas pelo executivo. “Este é um projeto inovador e único no Brasil, trata-se de proporcionar uma forma diferenciada de construção e aprendizagem. A parte arquitetônica e pedagógica que a escola irá oferecer aos alunos será o grande diferencial deste modelo.”, afirmou.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O modelo conta com 18 salas em formato hexagonal para facilitar acústica, com ventilação e iluminação natural. A escola terá espaços integrados como laboratórios, ginásio e biblioteca, além de ser totalmente sustentável, com construção recuada, calçadas amplas e arborizadas, sistema de reaproveitamento de água e placas solares como forma de energia. Segundo o secretario, este será o modelo padrão seguido pelo Estado, mas ainda é necessário o recurso para a elaboração do projeto.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Hoje nós temos fontes do BNDES, recursos federal e estadual para executar a obra. A questão é ter parceiros para custear os projetos arquitetônicos e os complementares, que são a parte elétrica, hidráulica, sanitária, estrutural e a parte do projeto executivo. Assim, nós convidamos a Ampa e Acrimat para serem aliados neste custeio.”, explicou Porto.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O adjunto informou ainda que o valor do projeto é em torno de 700 mil reais e a ideia é que os parceiros adquiram este projeto e doem para o Estado para que a Seduc possa iniciar os processos de licitação e execução das obras.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Ou seja, com a doação do projeto para o Estado nós teremos condições de replicar em quantas unidades for necessário para construção. A intenção inicialmente é construir 20 unidades. O custo de cada uma gira em torno de 10 milhões de reais , estamos falando de um investimento de R$ 200 milhões. Com isso, a ideia é licitar até março de 2017 e a concorrência pública deve levar em torno de 45 a 60 dias”.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A Acrimat parabenizou o Governo do Estado pela iniciativa e garantiu fazer o possível para fazer parte deste projeto. “Uma brilhante ideia, acho que tudo tem que começar pela educação, um estado melhor, um país melhor se faz com a educação. Este é um modelo que julgo fantástico para escolas”, afirmou Marco Túlio Duarte Soares, presidente da associação.   </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Para o presidente da Ampa, Alexandre Schenkel, esta é mais uma oportunidade de oferecer benefícios para os alunos do estado. “A Ampa ouviu [da equipe da Seduc] as informações sobre o projeto inovador das novas escolas e acredito que o futuro é esse. Apoio também esta linha de valorização da educação. Nós vamos mostrar o projeto para a diretoria e vamos buscar incentivar a transformação da educação em Mato Grosso”.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A associação já é parceira do governo do Estado na confecção e distribuição de uniformes escolares. Em 2016, os 400 mil alunos da rede estadual de ensino de Mato Grosso foram beneficiados com esta ação.  </p><div><br></div>Governo propõe parceria com setor produtivo para realização de projeto modelo
Unidade escolar de Cáceres retoma projeto de livro de memóriashttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Unidade-escolar-de-Cárceres-retoma-projeto-de-livro-de-memórias.aspxUnidade escolar de Cáceres retoma projeto de livro de memórias<img alt="" height="119" src="/Galeria%20de%20Fotos/EE%20Prof.%20João%20Florentino%20Silva%20Neto.PNG" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p style="text-align:justify;">A Escola Estadual João Florentino Silva Neto, do município de Cáceres (225 km de Cuiabá), vai retomar neste ano o projeto "Nossa Escola tem História", desenvolvido em 2015 através de pesquisas e entrevistas com ex-alunos, ex-funcionários e com familiares do fundador da escola, que reuniu um vasto material histórico (textos e fotos) sobre a unidade escolar, desde sua criação. </p><p style="text-align:center;"> <img src="/Galeria%20de%20Fotos/EE%20Prof.%20João%20Florentino%20Silva%20Neto.PNG" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:203px;" /></p><p style="text-align:justify;">O livro "Nossa Escola tem História – EE João Florentino Silva Neto", surgiu com o objetivo de mobilizar os alunos para o registro da história da unidade escolar, fortalecer a produção textual e a identidade do grupo e de seus laços sociais a partir da valorização das memórias. </p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:right;"><em>"Lembrar com saudade de um tempo que passou, um tempo de projetos, planos, programas executados por pessoas que, talvez hoje, já estejam trilhando outros caminhos. É assim que começa nossa viagem por este livro (...)".</em> (Trecho inicial da apresentação do Livro).</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;">"É na escola que passamos boa parte de nosso dia. Tentamos organizar os espaços de convivência da forma mais confortável e prazerosa possível. É preciso conhecer a história destes espaços que fazem parte do nosso dia-a-dia, bem como as pessoas que o compõem e valorizá-los", explica a mentora do projeto e secretária da escola, Veronica Landim dos Passos. </p><p style="text-align:center;"> <img src="/Galeria%20de%20Fotos/Foto%201.PNG" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:448px;" /></p><p style="text-align:justify;">Em 2017, a escola vai retomar o projeto de registro da história através das memórias de quem está ou passou pela unidade no ano passado. Então, atenção alunos interessados em fazer parte do projeto: as inscrições serão abertas no retorno das aulas. Do total de inscritos, serão sorteados 20 alunos para integrar a equipe. As pesquisas e entrevistas serão atividades extraclasse.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;">"Acredito que esse projeto poderá ser desenvolvido por mais unidades escolares, mobilizando os alunos para o registro da história de sua escola, pois acredito que só valorizamos se de fato conhecemos", analisa Veronica Landim dos Passos.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;"><strong>O livro</strong></p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;">O livro "Nossa Escola tem História – EE João Florentino Silva Neto" tem 166 páginas, cinco capítulos, sendo o último dedicado às 56 autobiografias de ex-alunos, ex-professores e ex-funcionários do educandário. É através dessas memórias que se percebe o quão importante e transformadora a escola foi na vida dessas pessoas.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;">"O livro foi importante por ter despertado nos estudantes a curiosidade, a investigação e a criatividade, bem como a reflexão e valorização do passado e da história. Além dos momentos de diversão e descontração", finaliza Verônica.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;">Um exemplar do livro está disponível na biblioteca da escola e, você que ficou interessado em ler o livro "Nossa Escola tem História – EE João Florentino Silva Neto", é só clicar <strong></strong><a href="https://drive.google.com/file/d/0ByR2RZBBWiaYOVpyR0M0MTBPLXM/view"><strong>AQUI</strong> </a>para fazer download.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;"><strong>Diferencial</strong></p><p style="text-align:center;"> <img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/Foto%203.PNG" alt="Foto 3.PNG" style="margin:5px;width:510px;height:373px;" /></p><p style="text-align:justify;">A escola também desenvolve outras atividades através do programa Mais Educação e do curso técnico de Agroecologia. Desde 2010, em parceria com a comunidade, a agroecologia fortalece as práticas pedagógicas como a horta escolar, que abastece a merenda dos estudantes. Hortaliças como alface, couve e temperos verdes em geral (cebolinha, salsa, coentro, etc.), fazem parte da produção. Plantações de mandioca e de abacaxi também são monitoradas pelos professores/alunos – e a produção usada para consumo interno.</p>Unidade escolar de Cáceres retoma projeto de livro de memórias
Pró-Escolas é apresentado à população de Juínahttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Pró-Escolas-é-apresentado-à-população-de-Juína.aspxPró-Escolas é apresentado à população de Juína<img alt="" height="191" src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-1495.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Dialogar para transformar. Esse foi o tom das reuniões realizadas nesta terça-feira (17.01) pela equipe da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) com profissionais da educação e moradores de Juína (720 km de Cuiabá). Nos encontros, o secretário Marco Marrafon reforçou a importância da participação de toda a rede estadual e da população mato-grossense na construção dos projetos que transformarão a educação pública do Estado. A iniciativa faz parte do projeto Seduc Interativa, que percorrerá todas as regiões de Mato Grosso para debater sobre o assunto.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-1495.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:325px;" /><br></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Mais de 100 professores, diretores e assessores pedagógicos, entre outros profissionais, participaram da discussão sobre o atual cenário da educação em Mato Grosso, no Centro de Formação e Atualização (Cefapro) de Juína, à tarde. Na ocasião, Marrafon apresentou a minuta do Programa Pró-Escolas e ouviu sugestões da comunidade escolar.​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-1639.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:313px;" /><br></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">À noite, foi a vez da população em geral conhecer as propostas da Seduc, durante reunião realizada na Câmara dos Vereadores. Além dos profissionais da educação, também estiveram presentes pais e mães de alunos e líderes políticos da região.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Após as reuniões, o secretário Marco Marrafon disse que as conversas têm sido bastante proveitosas, uma vez que o Governo do Estado se dispôs a interagir com a comunidade escolar e apresentar ponto a ponto do novo programa de investimentos.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O Pró-Escolas prevê diversas ações nos eixos Ensino, Estrutura, Inovação e Esporte e Lazer com foco na melhoria da qualidade de ensino. “O programa tem sido bem aceito pela população e agora é a hora de aprofundarmos os estudos sobre cada um desses eixos, como currículo, formação de professores, sistemas de avaliação, combate à evasão escolar, reforma e construção de escolas e projetos inovadores para mudar a ambiência escolar”, disse.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Outro motivo para a viagem aos municípios, informou o secretário, é conhecer de perto a realidade das escolas, principalmente no que diz respeito à estrutura. Segundo Marrafon, das 757 escolas estaduais, cerca de 400 precisam de reforma ou nova construção.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Isso demanda atendimento de prioridades, já que não temos recursos para tantas obras, mas já conseguimos para 2017 o maior índice de recursos para investimentos da história de Mato Grosso, com um total de R$ 180 milhões”.  </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Proximidade</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A diretora da Escola Estadual Dr. Guilherme Freitas de Abreu Lima e professora há 31 anos, Márcia Alecrim, ressaltou a importância da equipe da Seduc se deslocar até os municípios para debater a educação pública e afirmou que o Pró-Escolas vem para renovar as esperanças de toda a rede estadual.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Nós, que estamos na gestão das escolas, em muitos momentos nos sentimos sozinhos. A Seduc está a quase 800 quilômetros de distância daqui, então, o fato de virem até nós, nos ouvir, propor, ouvir nossas reivindicações, já é de extrema importância. Acreditamos que é uma iniciativa que fará toda a diferença para promovermos as mudanças que tanto queremos”, disse.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O assessor pedagógico de Juína, Marcos Morandi, atua há 20 anos na educação pública e contou que vê com bons olhos as propostas apresentadas, bem como a visita do secretário Marrafon. “Essa proximidade com o secretário e sua equipe é motivadora, porque o gestor passa a ter contato direto com quem está à frente da secretaria e, também, porque isso é algo raro de acontecer. O sentimento que fica é o de esperança”, ressaltou.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O prefeito Altir Peruzzo, que assumiu o cargo neste mês, pontuou que a ida do secretário e secretários-adjuntos a Juína é importante para que o ponto de partida se dê de forma conjunta, discutindo a educação tanto na esfera estadual quanto na municipal.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Embora seja responsável pela educação fundamental, o município também participa, de certa forma, da capacitação e formação de professores, transporte escolar e da partilha da infraestrutura; por isso, a presença física do secretário possibilita que as demandas possam ser melhores discutidas, a fim de melhorar a educação em todo o Estado”.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Visitas</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>​<img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-1602.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" />​</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">​<span style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Ainda na terça-feira, Marco Marrafon visitou três escolas estaduais de Juína para verificar as demandas de cada uma. São elas: EE 21 de Abril, EE 9 de Maio e EE Marechal Rondon. Nesta quarta-feira (17.01), o secretário visita mais três escolas de Juína pela manhã e, sem seguida, segue para Tangará da Serra, onde também irá apresentar a minuta do Programa Pró-Escolas, às 16h, no Cefapro. O último evento dessa primeira viagem será na sede do Legislativo Municipal, às 19h, aberto a toda a população<strong>.</strong></span><strong></strong><br></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><br></p>Pró-Escolas é apresentado à população de Juína

Último Vídeo ( + Vídeos )

 

 

A PSICOMOTRICIDADE E A EXPRESÃO CORPORAL, UMA ATIVIDADE VITAL NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEMhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/A-PSICOMOTRICIDADE-E-A-EXPRESÃO-CORPORAL,-UMA-ATIVIDADE-VITAL-NO-PROCESSO-DE-ENSINO-APRENDIZAGEM.aspxA PSICOMOTRICIDADE E A EXPRESÃO CORPORAL, UMA ATIVIDADE VITAL NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM
PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E METODOLÓGICAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO HÁBITO DA LEITURAhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/PRÁTICAS-PEDAGÓGICAS-E-METODOLÓGICAS-NECESSÁRIAS-PARA-O-DESENVOLVIMENTO-DO-HÁBITO-DA-LEITURA.aspxPRÁTICAS PEDAGÓGICAS E METODOLÓGICAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO HÁBITO DA LEITURA

 

 

Pedro Taques busca recursos para novos projetos junto ao BNDEShttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Pedro-Taques-busca-recursos-para-novos-projetos-junto-ao-BNDES.aspxPedro Taques busca recursos para novos projetos junto ao BNDES<p>​​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O governador Pedro Taques esteve, nesta sexta-feira (06.01), na sede do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no Rio de Janeiro, onde tratou de vários projetos e investimentos para Mato Grosso. Foram tratados contratos para as áreas de Cultura, Educação e Meio Ambiente, e também sobre a Arena Pantanal e obras do entorno. A equipe do executivo foi recebida pela diretora do BNDES, Marilene Ramos, e Superintendente da Área de Gestão Pública e Socioambiental do BNDES, Gabriel Visconti.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Para a Cultura, Taques apresentou projeto para restauração e aparelhamento do Grande Hotel – Centro de Referência da Economia Criativa do Estado de Mato Grosso. O contrato tem valor total de R$ 5 milhões, sendo R$ 4 milhões do BNDES (não reembolsável) e R$ 1 milhão de contrapartida do executivo Estadual.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O projeto está aprovado e em fase final de contratação para o recebimento do recurso para a reforma do imóvel. “Nessa reunião, discutimos o programa PCI, que é Produzir, Conservar e Incluir. Também apresentamos o programa da economia criativa, que inclui a modificação e reforma do Grande Hotel. São dois projetos com grande potencial para receber os recursos do BNDES”, afirmou o governador.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Para a Educação, o governador apresentou o projeto dos Centros Integrados Escola Comunidade (CIEC). A proposta de financiamento é para uma unidade do CIEC e duas unidades padrão, no valor total de R$ 23 milhões. Também foram apresentados projetos para a construção de 18 novas escolas estaduais.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“A reunião foi muito importante para que a gente pudesse apresentar os detalhes do programa das escolas integrais, entre elas, a escola nova, chamada Centro Integrado Escola Comunidade. O governador foi muito forte para mostrar para eles que as áreas mais vulneráveis terão os melhores equipamentos públicos”, explicou o secretário de Estado de Educação, Marco Marrafon, que também participou do encontro.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Segundo ele, foi destacada a importância social do programa de escolas integrais. “O objetivo é que eles possam dar a devida prioridade dentro do BNDES, para que o financiamento possa ser realizado o mais rápido possível. É Importante ressaltar que o primeiro Estado a apresentar o projeto concreto de infraestrutura social com inovação foi o Estado de Mato Grosso e, que isso deixou a equipe do BNDES muito satisfeita com os trabalhos desenvolvidos até então”, disse.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">No âmbito da Secretaria de Meio Ambiente, foi discutido o Fundo Amazônia. O Governo de Mato Grosso tem um contrato não reembolsável no valor de até R$ 35 milhões com o BNDES para investimento nas ações de fiscalização, licenciamento ambiental e descentralização da gestão ambiental. Na ocasião, Taques apresentou as contas deste contrato. “Nosso comprometimento e bom uso do recurso público foi elogiado. A reunião foi muito produtiva e significativa ao Estado de Mato Grosso”, disse.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O secretário de Estado de Fazenda, Gustavo de Oliveira, que também esteve na reunião, afirma que o executivo tem condições de contrair novos recursos junto ao BNDES.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Pudemos comprovar que os pleitos que estamos trazendo já estão pactuados no Programa de Ajuste Fiscal para 2017/2018 do Governo de Mato Grosso. Temos capacidade de contrair essas operações e foi uma bela reunião de alinhamento de todos os projetos que estão em andamento”, afirmou.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Para a Arena Pantanal, a previsão de execução dos recursos é para 2017. “Discutimos o fechamento das obras da Arena Pantanal e do entorno para este ano. Através de um trabalho sério e forte, vamos conseguir dar resposta ao BNDES sobre o uso dos recursos já pactuados e abrir portas para acessar novos recursos para novos projetos. O BNDES tem recursos e precisa de bons projetos e o Estado tem bons projetos para fazer uso desses recursos”, concluiu.</p>2017-01-06T03:00:00.0000000Z
Procon Estadual dá dicas aos consumidores sobre compra de material escolarhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Procon-Estadual-dá-dicas-aos-consumidores-sobre-compra-de-material-escolar.aspxProcon Estadual dá dicas aos consumidores sobre compra de material escolar<p>​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Com a proximidade do início das aulas, começa a corrida pelo material escolar. Por este motivo, o Procon de Mato Grosso, órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), fornece ao consumidor dicas importantes para economizar.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- Antes de sair às compras, os pais precisam verificar quais itens restaram do período letivo anterior e avaliar a possibilidade de reaproveitá-los;</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- O consumidor deve fazer pesquisa de preços e comparar os valores em diferentes estabelecimentos;</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- Para ter uma maior economia deve-se evitar a comprar produtos com personagens, logotipos e acessórios licenciados, porque geralmente os preços são mais elevados;</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- A publicidade exerce grande influência sobre crianças e adolescentes. Por isso, os pais podem levar os filhos no momento da compra como uma oportunidade de educação financeira, ensinando para eles a importância de economizar;</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- Reunir-se com outros pais pode ser uma boa oportunidade para conseguir maiores descontos, negociar a troca de livros usados por novos ou ainda restaurar livros já usados, mas que continuam sendo utilizados pela escola;</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- O governo federal proibiu os estabelecimentos de ensino de incluir na lista de materiais escolares itens de uso coletivo (Lei Nº 12.886, de 27 de novembro). Pincel para quadro branco, toner, álcool, copos descartáveis e material de limpeza, são exemplos de materiais de uso coletivo. Os pais devem ficar atentos a esses produtos e sempre conferir as listas;</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">- As escolas são obrigadas a fornecerem a lista de materiais escolares para que os pais dos alunos possam pesquisar preços e escolher o fornecedor que preferir, porém a instituição de ensino não pode exigir marca de produtos e estabelecimentos comerciais para compra do material escolar, devendo ser livre a escolha do consumidor.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Serviço</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O Procon-MT atende na sede estadual, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">No posto do Ganha Tempo da Praça Ipiranga o atendimento ao público também é de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 18h30 e do Várzea Grande Shopping das 09h às 19h. No posto da Assembleia Legislativa (AL), o atendimento é de segunda a sexta-feira, das 07h às 18h. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 151 ou (65) 3613-8500.​</p>2017-01-04T03:00:00.0000000Z
CGE processa 93 empresas por inexecução contratual e fraudes em licitaçãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/CGE-processa-93-empresas-por-inexecução-contratual-e-fraudes-em-licitação.aspxCGE processa 93 empresas por inexecução contratual e fraudes em licitação<p>​​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Em 2016, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) abriu 53 processos administrativos contra 93 empresas contratadas pelo Governo de Mato Grosso por inexecução contratual e fraudes em licitação. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Dos 53 procedimentos abertos, 10 são administrativos de responsabilização contra 38 pessoas jurídicas por supostas violações previstas na Lei Anticorrupção (Lei Federal n. 12.846/2013) e na Lei de Licitações (Lei Federal n. 8.666/1993).  Os 10 procedimentos estão em andamento e encontram-se na fase de instrução. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Um dos processos apura a responsabilidade de 23 empresas de construção civil por suposto envolvimento no esquema investigado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Operação Rêmora (Secretaria de Estado de Educação - Seduc).</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Outro processo é em desfavor de cinco empresas investigadas na Operação Sodoma pela Polícia Civil (Delegacia Fazendária) e denunciadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) à justiça. Entre elas está a contratada para prestar serviços de administração de margem consignável e controle de consignações no Poder Executivo do Estado de Mato Grosso. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os outros 43 processos administrativos instaurados têm como base legal a prática de ilícitos previstos apenas na Lei de Licitações (Lei Federal n. 8.666/1993).  </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Dentre os procedimentos está o que apura possíveis irregularidades na execução de contrato da Secretaria de Estado de Saúde (SES) com empresa de táxi aéreo (Extrato de Portaria Conjunta n. 188/2016/CGE-COR/SES); da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) com empresa para execução de obras do Centro Nefrológico do Hospital Universitário Júlio Muller em Cuiabá/MT (Portaria Conjunta n. 127/2016/CGE-COR/Sinfra); da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) com empresa fornecedora de avião semi-novo (Portaria n. 108/2016/CGE-COR/CGE) etc. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os processos foram instaurados em conjunto com os órgãos estaduais aos quais se relacionam os respectivos objetos dos contratos. A CGE tem outros 138 casos na fase de análise de admissibilidade.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Regulamentação</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A Lei Anticorrupção foi regulamentada no âmbito do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso em 15 de abril/2016, por meio do Decreto Estadual n.522/2016.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Ela tornou mais rígidas as sanções administrativas a pessoas jurídicas que praticarem atos ilícitos na execução de contratos com o poder público, como aplicação de multa de até 20% do faturamento bruto da empresa no exercício anterior ao da instauração do processo administrativo de responsabilização. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Quando não for possível esse cálculo, a multa pode variar de R$ 6 mil a R$ 60 milhões. O valor, no entanto, não pode ser inferior à vantagem obtida. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A lei prevê também a publicação de eventual condenação na sede e no site da própria empresa, bem como em jornal de grande circulação local e nacional.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Além das penalidades previstas na Lei Anticorrupção, as empresas processadas estão sujeitas, cumulativamente, às sanções administrativas da Lei de Licitações, como restrição ao direito de participar de licitações e de celebrar contratos com a administração pública.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>CEIS</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Atualmente, o Cadastro Estadual de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS) mantido pela CGE tem 136 pessoas jurídicas sancionadas por irregularidades na execução contratual com a administração pública com base na Lei de Licitações. A relação está disponível no link: <a href="http://www.controladoria.mt.gov.br/ceis" target="_blank" style="color:#009ae5;">http://www.controladoria.mt.gov.br/ceis</a></p><div><br></div>2017-01-03T03:00:00.0000000Z

  
  
Tamanho da Imagem
  
  
  
Não há imagens a mostrar nesta exibição.

 

 

JrS-1082http://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7178&RootFolder=/Galeria de FotosJrS-1082Júnior Silgueiro/ Seduc-MT2017-01-16T23:56:00ZJrS-1082
Secretário Marco Marrafon se reune com a diretoria do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)http://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7175&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marco Marrafon se reune com a diretoria do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)Junior Silgueiro/SeducMT2017-01-13T14:37:00ZSecretário Marco Marrafon se reune com a diretoria do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)
Secretário Marco Marrafon se reune com a diretoria do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)http://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7174&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marco Marrafon se reune com a diretoria do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)Junior Silgueiro/SeducMT2017-01-13T14:42:00ZSecretário Marco Marrafon se reune com a diretoria do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)
Secretário Marco Aurélio Marrafonhttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7173&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marco Aurélio MarrafonJunior Silgueiro/SeducMT2017-01-12T20:40:00ZSecretário Marco Aurélio Marrafon
Secretário Marco Aurélio Marrafonhttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7172&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marco Aurélio MarrafonJunior Silgueiro/SeducMT2017-01-12T20:35:00ZSecretário Marco Aurélio Marrafon
Creches estaduais ainda tem vagas em abertohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7171&RootFolder=/Galeria de FotosCreches estaduais ainda tem vagas em abertoJunior Silgueiro/SeducMT2016-09-15T18:16:00ZCreches estaduais ainda tem vagas em aberto
Matrículas nas creches estaduais começam na segunda-feira (09)http://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7162&RootFolder=/Galeria de FotosMatrículas nas creches estaduais começam na segunda-feira (09)Junior Silgueiro/SeducMTMatrículas nas creches estaduais começam na segunda-feira (09)
Pais devem ficar atentos às datas de matrículas na rede estadual de ensinohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7161&RootFolder=/Galeria de FotosPais devem ficar atentos às datas de matrículas na rede estadual de ensinoJunior Silgueiro/SeducMTPais devem ficar atentos às datas de matrículas na rede estadual de ensino
Audiência entre SEDUC e SINTEP 11/01/2016http://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7166&RootFolder=/Galeria de FotosAudiência entre SEDUC e SINTEP 11/01/2016Junior Silgueiro/SeducMTAudiência entre SEDUC e SINTEP 11/01/2016
Horta na E.E. Santo Antôniohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7170&RootFolder=/Galeria de FotosHorta na E.E. Santo AntônioHorta na E.E. Santo Antônio