Campanha de matrícula do CEJA Cleonice Miranda da Silva é um sucessohttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Campanha-de-matrícula-do-CEJA-Cleonice-Miranda-da-Silva-é-um-sucesso.aspxCampanha de matrícula do CEJA Cleonice Miranda da Silva é um sucesso<img alt="" height="169" src="/Galeria%20de%20Fotos/Assembleia%20com%20Alunos%2009.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​<img src="/PublishingImages/Capa.jpg" alt="Capa.jpg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /></p> <p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">No município de Colíder (650 km de Cuiabá), os profissionais do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Cleonice Miranda da Silva realizaram uma campanha para fazer as matrículas dos estudantes, com o objetivo de garantir um número maior de alunos matriculados. O resultado do trabalho veio em números: são 1.100 matrículas efetivadas para o ano letivo de 2017.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">Diante da grande estrutura do centro, que dispõe de 21 salas de aulas e tem capacidade de montar 31 turmas nos três turnos, a equipe gestora - analisando os números do ano letivo de 2016, que matriculou 900 estudantes e apenas 500 foram até o fim - viu que era preciso fazer uma ação de mobilização para trazer esses estudantes para a escola.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">“O Centro de Educação de Jovens e Adultos tem como público alvo pessoas que estão com os estudos atrasados, ou seja, em sua grande maioria, são trabalhadores que precisam de motivação para voltar a estudar. Nossa campanha quis, justamente, atrair esses alunos”, comenta o diretor do Ceja, Claudio Scalon.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">Pessoas como o Ricardo Pereira dos Santos, 35 anos, nascido em Goiás e morador de Colíder há 4 anos. Ricardo ficou, aproximadamente, 20 anos sem estudar, trocou a sala de aula pelo trabalho, assim como tantos outros Josés, Franciscos e Marias. Hoje, está no 2º ano do Ensino Médio e já faz planos de cursar o ensino superior.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">“É difícil voltar a estudar, principalmente nos primeiros dias de aula. Depois a gente acostuma com a rotina e consegue conciliar melhor a rotina de estudos com o trabalho. Estudar é importante e abre portas, nos dá outras oportunidades. Depois de concluir o ensino médio, quero ir para uma universidade, não sei ainda em que curso, mas quero um diploma”, enfatiza Ricardo.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"><img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/FOTO%20COMÉRCIO.jpg" alt="FOTO COMÉRCIO.jpg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /><br></p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">Uma das estratégias adotadas pelos gestores do Ceja para acessar e sensibilizar os trabalhadores sobre a importância de voltar a estudar, foi entrar em contato com empresas, comércios e organizações religiosas. </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">“Os professores e técnicos do CEJA realizaram uma campanha para trazer os trabalhadores que, por algum motivo, deixaram de estudar. Para acessar essas pessoas, nós entramos em contato com empresários, por exemplo. Os estudos são importantes para a vida, tanto para o mercado de trabalho quanto para o desenvolvimento pessoal. E as empresas e comércios, preocupados com a qualificação dos seus funcionários, se tornaram grandes incentivadoras para que seus trabalhadores retomassem os estudos”, explica Claudio.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"><img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/FOTO%20BAIRRO.jpg" alt="FOTO BAIRRO.jpg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /><br></p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">A campanha envolveu todos os profissionais do Ceja que, divididos em grupos, ainda percorreram bairros da cidade, para conhecer a realidade e as famílias dos alunos. Uma outra equipe foi formada para acompanhar, durante todo ano, os alunos, principalmente, aqueles que tiverem dificuldades com a frequência, para combater o abandono escolar.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">“Pensando na evasão e no abandono escolar, esse ano nós adotamos a flexibilização do atendimento através da carga horária/etapa. Onde o aluno começa a estudar e, em casos de falta, o mesmo não será tão prejudicado pelo sistema de presenças, o que levava à reprovação dos alunos e ao abando da escola. Agora, em casos de faltas, o estudante, quando volta, retoma do ponto em que parou”, explica o diretor.</p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"><img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/FOTO%20IMIGRANTES.jpg" alt="FOTO IMIGRANTES.jpg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /><br></p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">O modelo pedagógico também é um grande aliado no combate à evasão escolar, quando o mesmo é atrativo para os alunos. Para o diretor, a escola precisa trabalhar com projetos que promovam uma maior interação entre os alunos e à comunidade escolar. </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;"> </p><p class="MsoNormal" style="margin-bottom:0.0001pt;text-align:justify;line-height:normal;">“O Ceja Cleonice Miranda da Silva desenvolve projetos como o ‘Miss Mãe Ceja’, que trabalha a autoestima da mulher trabalhadora e estudante; o projeto ‘Afrodescendentes’, pois a maioria dos nossos alunos são negros; projeto ‘Saúde Caminhando’, que envolve várias áreas de conhecimento e os projetos de recreação que incluem esportes em geral, além de trabalhar conceitos básicos como o respeito as diferenças e a diversidade, pois temos estudantes de várias etnias, nacionalidades, com os estudantes haitianos, sudaneses, iraquianos e bolivianos e, ainda, a diversidade de gerações”, diz Claudio Scalon.</p>Campanha de matrícula do CEJA Cleonice Miranda da Silva é um sucesso
Matrículas para a Arena da Educação serão no dia 3 de abrilhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Matrículas-para-a-Arena-da-Educação-serão-no-dia-4-de-abril.aspxMatrículas para a Arena da Educação serão no dia 3 de abril<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-4749.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​<img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-4749.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /></p><p style="text-align:justify;">A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informou hoje que as matrículas dos alunos aprovados para a Escola Estadual Governador José Fragelli, a Arena da Educação, acontecerão na próxima segunda-feira (03.04), em horários diferenciados.</p><p style="text-align:justify;">Para os estudantes aprovados para o 7º e 8º anos do Ensino Fundamental, as matrículas acontecem no período da manhã, das 8h às 12h. </p><p style="text-align:justify;">Já no período da tarde, das 14h às 18h, acontecem as matrículas para os aprovados para o 9º ano do Ensino Fundamental e para o 1º ano do Ensino Médio. </p><p style="text-align:justify;">As matrículas são presenciais e serão realizadas no Ginásio Aecim Tocantins, anexo à Arena Pantanal, e só poderão ser feitas pelos pais dos estudantes ou responsáveis, por meio de procuração. </p><p style="text-align:justify;">Os documentos necessários para efetuar a matrícula estão listados no edital. Só não será necessário apresentar o atestado médico, já que ele foi essencial durante a realização do teste de aptidão física. </p>Matrículas para a Arena da Educação serão no dia 3 de abril
Governo repassa R$ 38 milhões para manutenção de estradas de rotas escolareshttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Governo-repassa-R$-38-milhões-para-manutenção-de-estradas-de-rotas-escolares.aspxGoverno repassa R$ 38 milhões para manutenção de estradas de rotas escolares<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-6939.JPG" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​<img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-6939.JPG" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O Governo de Mato Grosso irá destinar anualmente R$ 38,8 milhões para os 141 municípios aplicarem na manutenção de rodovias estaduais não pavimentadas (de terra), por onde trafegam os ônibus de transporte escolar. O anúncio foi feito pelo governador Pedro Taques, nesta terça-feira (28.03), em evento que reuniu prefeitos e secretários no Palácio Paiaguás.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Para assegurar os recursos, foi assinado um termo de compromisso pelo governador, pelos secretários Marco Marrafon (Educação) e Marcelo Duarte (Infraestrutura e Logística) e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilam Fraga.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“O nosso governo tem trabalhado para melhorar as condições das estradas que levam nossos estudantes”, afirmou o governador. Essa destinação de mais investimentos para as estradas é resultado do aumento da alíquota que incide sobre o combustível óleo diesel (que compõe o Fethab), que passou de R$ 0,19 para 0,21 por litro do produto, conforme prevê a lei 10.480/2016 aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo chefe do Poder Executivo.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Desta forma, o repasse irá impactar diretamente no aumento no valor investido pelo Estado no transporte escolar. Em todo o governo passado, o valor ficou congelado em R$ 1,80. No entanto, a atual administração da Seduc promoveu uma correção histórica no valor destinado. Aumentou de R$ 1,90 em 2015 para R$ 2,05 em 2016, chegando agora em 2017 para em R$ 3,00.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“No projeto do novo Fethab que foi aprovado na Assembleia, o governador fez um incremento de dois centavos. Essa receita a mais irá suprir a necessidade que nós temos para melhorar as condições de rotas e transportes escolares. Com isso, conseguiremos chegar ao valor de 3,00 que representará uma mudança significativa no atendimento aos estudantes”, disse o secretário de educação Marrafon.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A Seduc destinará R$ 2,05 e o Fethab complementará mais R$0,95 para fazer a manutenção das rotas escolares totalizando R$ 3,00 para manutenção das rotas escolares. “Nós fizemos um acordo com o governo do estado, onde parte do recurso do novo Fethab óleo diesel fosse destinado para manutenção do transporte escolar. Esse acordo resultou num reajuste dos valores por quilômetro rodado nas rotas escolares”, explica o presidente da AMM, Neurilan Fraga, que participou da construção da proposta.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Incremento aos municípios</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os R$ 38,8 milhões representam um incremento aos atuais valores já repassados mensalmente aos municípios.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">De janeiro de 2015 até agora, por exemplo, as prefeituras receberam R$ 488 milhões em recursos do Fethab, que devem ser investidos obrigatoriamente na manutenção de rodovias não pavimentadas dentro dos limites dos municípios, além de promover a construção e o reparo de bueiros e de pontes de madeira até 12 metros.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">A lei prevê que estas prefeituras deverão prestar contas destes gastos para Sinfra, Assembleia Legislativa e agora Seduc.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Fethab Commodities</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os recursos arrecadados com o Fethab 1 (oriundo das contribuições das commodities de soja, algodão, milho, madeira e gado em pé), e também do chamado Fethab 2 Adicional (exceto madeira) continuam sendo destinados exclusivamente para infraestrutura de transporte. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Ou seja, das commodities permanecem os mesmos investimentos previstos, sem alteração alguma. O governador Pedro Taques se compromete em investir em 2017 na ordem de R$ 730 milhões na melhoria das estradas de Mato Grosso. </p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Esses recursos devem ser usados pela Sinfra na construção e reconstrução de rodovias. Só nos dois primeiros anos da atual administração, foram concluídos 1.430 km de asfalto em todas as regiões do estado. A expectativa da Sinfra é fechar o trabalho da atual administração com a conclusão de 4 mil km de asfalto, entre as obras de construção e reconstrução do pavimento.<strong></strong></p>Governo repassa R$ 38 milhões para manutenção de estradas de rotas escolares
Seduc divulga lista de aprovados para a Arena da Educaçãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Seduc-divulga-lista-de-aprovados-para-a-Arena-da-Educação.aspxSeduc divulga lista de aprovados para a Arena da Educação<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-4812.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p style="text-align:justify;"></p><p style="text-align:justify;"><img src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-4812.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /> </p><p style="text-align:justify;">A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) divulgou nesta terça-feira (28) a lista final dos candidatos aprovados para a Escola Estadual Gov. José Fragelli, a Arena da Educação. A divulgação acontece após o encerramento da fase de recursos. </p><p style="text-align:justify;">Ao todo, 204 alunos foram selecionados para estudar na escola que funcionará na Arena Pantanal, em Cuiabá, em tempo integral. Em um dos períodos, os estudantes terão aulas da base comum, como português, matemática e demais disciplinas, e o diferencial com duas horas de práticas esportivas.</p><p style="text-align:justify;">Para conferir a lista final, <a href="https://drive.google.com/file/d/0BwIUNpbVmlW0enlpRGw4QW0tVFE/view"><strong>clique aqui</strong></a>.</p>Seduc divulga lista de aprovados para a Arena da Educação
Seduc realiza pregão eletrônico para revitalizar pintura em 200 escolashttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Seduc-realiza-licitação-para-revitalizar-pintura-em-200-escolas.aspxSeduc realiza pregão eletrônico para revitalizar pintura em 200 escolas<img alt="" height="108" src="/Galeria%20de%20Fotos/escola%20nova.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p><span style="text-align:justify;">A</span><span style="text-align:justify;"> Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) realiza, nesta quarta-feira (29.03), pregão eletrônico voltado à aquisição tintas, verniz e esmalte (na cor padrão do Governo), para</span><span style="text-align:justify;"> </span><span style="text-align:justify;">atender às necessidades de 200 escolas da rede estadual. O registro de preços será aberto às 13h30 e estará disponibilizado no <a href="http://www.gestao.mt.gov.br/index.php">endereço eletrônico​</a> da Secretaria de Estado de Gestão (seges), por meio do menu "Portal de Aquisições", situado na parte inferior da página.</span></p><p><span style="text-align:justify;"><img src="/Galeria%20de%20Fotos/escola%20nova.jpg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:183px;" /><br></span></p><p style="text-align:justify;">As pinturas são parte de um plano de revitalização de unidades de ensino, previstas no Pró-Escolas, o maior Programa de investimentos da história da Seduc, que abrange o desenvolvimento de ações em estrutura, ensino, inovação, esporte e lazer, com foco na melhoria da aprendizagem, redução da evasão escolar e na valorização do profissional.</p><p style="text-align:justify;">Somente para este ano, a Seduc garantiu R$ 180 milhões no orçamento para utilização em obras de infraestrutura (construção, reforma e ampliação de escolas).</p><p style="text-align:justify;">O edital do pregão eletrônico segue em anexo logo abaixo.​<br></p><p style="text-align:justify;"><a href="/SiteAssets/Paginas/Forms/ARRUMADAS/licitação_2_1_edital_pregão_eletrônico_registro_de_preços_0012017_01.pdf"><img class="ms-asset-icon ms-rtePosition-4" src="/_layouts/15/images/icpdf.png" alt="" />licitação_2_1_edital_pregão_eletrônico_registro_de_preços_0012017_01.pdf</a><br></p>Seduc realiza pregão eletrônico para revitalizar pintura em 200 escolas
Governo aumenta aplicação de recursos em áreas prioritáriashttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Governo-aumenta-aplicação-de-recursos-em-áreas-prioritárias.aspxGoverno aumenta aplicação de recursos em áreas prioritárias<img alt="" height="200" src="/Galeria%20de%20Fotos/JrS-9698%20-%20Junior%20Silgueiro.jpg" width="300" style="BORDER:0px solid;" /><p>​</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">O Governo do Estado aplicou do seu orçamento, 13,7% em Saúde e 29,2% em Educação durante o ano de 2016. Os percentuais ficaram acima dos mínimos constitucionais exigidos, de 12% e 25,5%, respectivamente, elevando o aporte nessas áreas consideradas prioritárias. O aumento dos recursos foi possível devido às medidas de austeridade adotadas ainda no ano passado.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os dados constam no Relatório de Cumprimento das Metas Fiscais do 3º Quadrimestre de 2016, apresentado na manhã desta terça-feira (28), em audiência pública na Assembleia Legislativa. A prestação de contas é uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Para a Educação foram aplicados R$ 2,9 bilhões pelo Governo do Estado no ano passado. Com o recurso foi possível implantar novos programas na área pedagógica e na infraestrutura escolar, com reformas e construções de novas escolas.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Já na Saúde, o Executivo aplicou R$ 1,4 bilhão no ano passado. No período, os repasses do Governo Federal para a área encolheram 7,2%. Dos R$ 259,6 milhões previstos para o Sistema Único de Saúde (SUS), Mato Grosso recebeu R$ 241 milhões. Além disso, os repasses provenientes de convênios, que também abarcam a Saúde, tiveram frustração de 40,6% em relação ao valor esperado de R$ 145,3 milhões, sendo que chegaram apenas R$ 86,2 milhões.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">De acordo com o secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira, o esforço fiscal realizado desde 2015 pelo Executivo e as medidas de austeridade, como a redução da carga horária e o contingenciamento dos gastos, possibilitaram que os investimentos fossem realizados nas áreas consideradas prioritárias.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">“Essas ações permitiram que o Governo fizesse economias importantes que foram revertidas para áreas prioritárias como Saúde, Segurança e Educação, conforme determinação do governador Pedro Taques”, afirma.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Oliveira lembrou ainda que o Governo do Estado vem adotando medidas para elevar a receita pública. “O aumento das receitas já é o começo do resultado de um esforço de aumento de arrecadação, sem aumento de carga tributária, que vem sendo realizado pelo Governo”, pontuou o secretário, ressaltando que, para o ano de 2017, ações serão intensificadas, visando, principalmente, diminuir a evasão e a sonegação fiscal, além de aumentar a eficiência da arrecadação da Sefaz. Entre as ações: as reformas em postos fiscais, sendo que a de Alto Araguaia já está em andamento.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;"><strong>Receita e despesa</strong></p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Durante a audiência pública, a equipe econômica da Sefaz explanou também sobre o comportamento da receita e das despesas durante o ano de 2016, além de apresentar as metas estipuladas na Lei Orçamentária Anual e as efetivamente alcançadas pelo Tesouro do Estado.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">De acordo com o relatório, a receita cresceu 7,8% em relação ao mesmo período de 2015, passando de R$ 14,055 milhões para R$ 16,638 milhões. Por outro lado, as despesas aumentaram 8%, saindo de R$ 14,353 milhões para R$ 17,025 milhões.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Os dados apontam que 62% das despesas orçamentárias foram destinadas para pagamento de pessoal e encargos sociais, enquanto que 8% foram destinados para investimentos e inversões, situação que impossibilitou o Estado de fazer novos investimentos. Outros 23% são para outras despesas correntes e 7% para o serviço da dívida.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">Além disso, devido à crise econômica que abrange todo o país, o Governo Federal reduziu em 5,9% os repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Com isso, Mato Grosso deixou de receber cerca de R$ 125,1 milhões no ano passado. Se não fossem os recursos da repatriação, a queda seria de 14,9%.</p><p style="color:#555555;font-family:calibri, arial, helvetica, sans-serif;font-size:16px;text-align:justify;background-color:#ffffff;">No computo total, os repassas da União ao Estado só ficaram positivos no ano passado por conta dos recursos da repatriação e do FEX de 2016, que chegaram final do ano, e por conta do FEX de 2015, pagos no primeiro semestre. </p>Governo aumenta aplicação de recursos em áreas prioritárias

Último Vídeo ( + Vídeos )

 

 

A Educação Física e o Ensino Médio: pela possibilidade da mediação entre o “fazer com” e o “falar de"http://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/A-Educação-Física-e-o-Ensino-Médio-pela-possibilidade-da-mediação-entre-o-“fazer-com”-e-o-“falar-de-.aspxA Educação Física e o Ensino Médio: pela possibilidade da mediação entre o “fazer com” e o “falar de"
A PSICOMOTRICIDADE E A EXPRESÃO CORPORAL, UMA ATIVIDADE VITAL NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEMhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/A-PSICOMOTRICIDADE-E-A-EXPRESÃO-CORPORAL,-UMA-ATIVIDADE-VITAL-NO-PROCESSO-DE-ENSINO-APRENDIZAGEM.aspxA PSICOMOTRICIDADE E A EXPRESÃO CORPORAL, UMA ATIVIDADE VITAL NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM

 

 

Em Apiacás, escola estadual transforma a educação através de projetos inovadoreshttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Em-Apiacás,-escola-estadual-transforma-a-educação-através-de-projetos-inovadores.aspxEm Apiacás, escola estadual transforma a educação através de projetos inovadores<p>​<img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/FOTO%20FRENTE.jpeg" alt="FOTO FRENTE.jpeg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /></p><p style="text-align:justify;">A Escola Estadual Portal da Amazônia, do município de Apiacás (1.010 km de Cuiabá), começou o ano letivo de 2017 a todo vapor. Através de projetos e oficinas, a escola busca oferecer diversas atividades extracurriculares e acompanhamento pedagógico com o objetivo de oferecer aos seus alunos um ensino mais completo e de qualidade.</p><p style="text-align:justify;">Alguns projetos são realizados através do Programa do Ensino Médio Inovador (Proemi), que quer garantir a organização curricular em consonância com as diretrizes gerais para a educação básica. O Proemi propõe a iniciação científica, leitura e letramento, língua estrangeira, cultura corporal, produção e fruição das artes, comunicação cultural, digital e uso de mídias e a participação estudantil.</p><p style="text-align:justify;">Dentre os projetos, destacamos a "Horta na Escola" e o projeto de pesquisa científica "Apiacás/MT: Passado e Presente", que ensinam conceitos como <em>práxis</em> aos alunos. O primeiro projeto envolve professores e alunos em questões ambientais e incentiva toda a comunidade a participar da defesa do meio ambiente, com enfoque na melhoria da qualidade de vida e no embelezamento do ambiente escolar. O segundo projeto incentiva os alunos a se debruçarem em conceitos teóricos e na pesquisa, usando como tema a história da colonização e a ocupação de Apiacás.</p><p style="text-align:justify;"><img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/FOTO%20HORTA.jpeg" alt="FOTO HORTA.jpeg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /><br></p><p style="text-align:justify;">"A participação dos alunos nos projetos está muito satisfatória. A nossa escola oferece, ainda, oficinas como curso de Geografia e História do Mato Grosso, Redação e Cinema para os alunos do 6º ao 9º ano. A gente também oferece cursinho de culinária, pintura, teatro e dança e recreação para os alunos do 1º ao 5º. Todas as oficinas são de responsabilidade dos professores da escola e são realizadas no contraturno", detalha o diretor da escola, Ávilo Rodrigo. </p><p style="text-align:justify;">O projeto "Redação" conta com a participação de 25 alunos e tem como objetivo auxiliar a escrita com fluência, argumentação e criticidade sobre textos e assuntos variados, usando a linguagem de maneira adequada a seus destinatários, ou seja, adaptando-se a diferentes registros e de forma coerente com seus objetivos e com o assunto tratado.</p><p style="text-align:justify;">O projeto "Cinema" quer inserir a arte do cinema no processo de ensino-aprendizagem, visando melhorar a qualidade do ensino e, também, como forma de lazer, estimular o aprendizado cultural e artístico e a interdisciplinaridade. </p><p style="text-align:justify;">"A escolha do filme é feita através de enquete e os alunos podem levar os pais e\ou convidados para as sessões, como uma forma de aproximar a família da escola", explica o professor e articulador dos projetos do Proemi, Fernando Francisco de Souza.</p><p style="text-align:justify;"><img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/FOTO%20ESPORTE.jpeg" alt="FOTO ESPORTE.jpeg" style="margin:5px;width:510px;height:287px;" /><br></p><p style="text-align:justify;">O projeto "Esporte" busca orientar e passar o máximo de conhecimento possível das práticas esportivas (futsal, basquetebol, voleibol e handebol), respeitando a individualidade biológica e o desenvolvimento (físico e intelectual) das crianças e adolescentes. E também visa a proporcionar momentos de aprendizagem para os alunos sobre as regras básicas e seus fundamentos.</p><p style="text-align:justify;">"Esse projeto pretende que os alunos pratiquem uma atividade física duas vezes na semana e que, também, os mesmos possam montar equipes para participar de jogos escolares municipais e estaduais", diz o professor Fernando.</p>2017-03-28T04:00:00.0000000Z
Professores da rede estadual têm oportunidade de fazer Especializaçãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Professores-da-rede-estadual-têm-oportunidade-de-fazer-Especialização.aspxProfessores da rede estadual têm oportunidade de fazer Especialização<p>​<img src="/Galeria%20de%20Fotos/índice.jpeg" alt="" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /></p><p style="text-align:justify;">Atenção professores da rede estadual, essa é uma excelente oportunidade para fazer uma especialização. A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio das Unidades Acadêmicas, Secretaria de Tecnologia Educacional (SETEC) e Universidade Aberta do Brasil (UAB), divulga edital para Processo Seletivo Específico para ingresso nos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização), modalidade à distância, que serão ofertados em 15 polos distribuídos por todo o estado de Mato Grosso.</p><p style="text-align:justify;">Neste processo serão ofertadas 1.070 vagas em cursos das seguintes áreas:</p><ul><li>Informática na Educação com 280 vagas;</li><li>Diversidade e Educação Inclusiva no Contexto das Ciências Naturais com 240 vagas;</li><li>Gestão Pública com 250 vagas;</li><li>Mídias Digitais para a Educação com 300 vagas.</li></ul><p style="text-align:justify;">As vagas serão distribuídas nos seguintes polos: Alto Araguaia, Aripuanã, Barra do Bugres, Colíder, Cuiabá, Diamantino, Guarantã do Norte, Juara, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pedra Preta, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira e Sorriso.</p><p style="text-align:justify;">Além da ampla concorrência, existem vagas destinadas a professores e servidores da rede pública de educação, servidores da UFMT e à comunidade de Baixa Renda. Por isso, no processo de seleção dos candidatos, cada curso estabeleceu critérios específicos na avaliação dos títulos e dos currículos.</p><p style="text-align:justify;">As inscrições estarão abertas do dia 18 a 23 de março e devem ser realizadas no site da <strong><a href="http://www.ufmt.br/ingressoead2017">UFMT</a></strong>. No portal também está disponível os editais do processo. O valor da inscrição é de R$ 30 e os resultados das avaliações saem no dia 06 de abril.</p><p style="text-align:justify;">Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (65) 3615-8626 ou 3637-8426.</p>2017-03-16T04:00:00.0000000Z
Abertas as inscrições para a Olimpíada Nacional de História do Brasilhttp://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Abertas-as-inscrições-para-a-Olimpíada-Nacional-de-História-do-Brasil.aspxAbertas as inscrições para a Olimpíada Nacional de História do Brasil<p>​<img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/_NY_1676.JPG" alt="_NY_1676.JPG" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /></p><p style="text-align:justify;">Esta dica é para quem sabe muito sobre História: a Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) está com as inscrições abertas para a primeira etapa (com valor menor) até o dia 26 de março.  A olimpíada tem um formato totalmente original e é aberta a professores de História e alunos dos ensinos Fundamental (8º e 9º Anos) e Médio (todos os anos) de escolas públicas e particulares. </p><p style="text-align:justify;">Em 2016, a Olimpíada reuniu 42,7 mil alunos de cidades em todos os estados brasileiros, com participação expressiva da região Nordeste. Neste ano, a expectativa da organização é que o número de inscritos seja ainda maior. </p><p style="text-align:justify;"><strong>Como funciona?</strong></p><p style="text-align:justify;">A Olimpíada é composta por cinco fases, realizadas de forma online pelas equipes formadas por um professor de História e três alunos. Cada fase dura uma semana. As respostas (questões de múltipla escolha e realização de tarefas) podem ser elaboradas pelos participantes por meio de debate com os colegas, pesquisa em livros, internet e orientação do professor.</p><p style="text-align:justify;">Após as fases online, as equipes finalistas participam da grande final presencial, que ocorre na Unicamp, em Campinas-SP, nos dias 19 e 20 de agosto. Na final, as equipes realizam uma prova dissertativa e, no dia seguinte, participam da premiação com entrega de medalhas. </p><p style="text-align:justify;">A primeira fase terá início no dia 8 de maio, finalizando a quinta etapa em 10 de junho. Após as cinco etapas, no mínimo 200 equipes (800 participantes) são classificadas para a final presencial. </p><p style="text-align:justify;"><strong><img src="/PublishingImages/Paginas/Forms/ARRUMADAS/_NY_2819%20(2).JPG" alt="_NY_2819 (2).JPG" style="margin:5px;width:510px;height:340px;" /><br></strong></p><p style="text-align:justify;"><strong>4º Curso de Formação de Professores</strong></p><p style="text-align:justify;">A Olimpíada prevê também um programa voltado à formação de professores. Neste ano, o 4° Curso de Formação da ONHB, "Imagens em sala de aula", será realizado entre os dias 1º de março e 10 de maio, por meio de aulas online gravadas com grandes especialistas da Unicamp, materiais didáticos e atividades acompanhadas por tutores. </p><p style="text-align:justify;">O objetivo é capacitar o professor para fazer uso de imagens que contribuem com o ensino de História em sala de aula. Ao todo, mais de 560 docentes se inscreveram e vão participar do curso de formação em 2017.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;"><strong>Serviço:</strong></p><p style="text-align:justify;">De 27/02 a 26/03 - valores por equipe: R$ 30,00 (alunos de escolas públicas) e R$ 60,00 (alunos de escolas particulares)</p><p style="text-align:justify;">De 24/03 a 29/04 - valores por equipe: R$ 45,00 (alunos de escolas públicas) e R$ 90,00 (alunos de escolas particulares)</p><p style="text-align:justify;">Mais informações, regulamento e inscrições no <strong><a href="http://www.olimpiadadehistoria.com.br/">SITE</a></strong><br></p>2017-03-15T04:00:00.0000000Z

  
  
Tamanho da Imagem
  
  
  
Pop-up site - Matrículas - Arena da Educação_.jpgPop-up site - Matrículas - Arena da Educação_Novo1196 x 72393 KB 29/03/2017 11:59http://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Matr%C3%ADculas-para-a-Arena-da-Educa%C3%A7%C3%A3o-ser%C3%A3o-no-dia-4-de-abril.aspx

 

 

Marrafon assina convênio para repasse de recursos para o transporte escolarhttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7329&RootFolder=/Galeria de FotosMarrafon assina convênio para repasse de recursos para o transporte escolarJunior Silgueiro/Seduc-MT2017-03-28T21:14:00ZMarrafon assina convênio para repasse de recursos para o transporte escolar
Palestra Letramento na Prisãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7299&RootFolder=/Galeria de FotosPalestra Letramento na PrisãoJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T20:39:00ZPalestra Letramento na Prisão
Palestra Letramento na Prisãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7298&RootFolder=/Galeria de FotosPalestra Letramento na PrisãoJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T20:35:00ZPalestra Letramento na Prisão
Palestra Letramento na Prisãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7297&RootFolder=/Galeria de FotosPalestra Letramento na PrisãoJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T20:29:00ZPalestra Letramento na Prisão
Palestra Letramento na Prisãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7296&RootFolder=/Galeria de FotosPalestra Letramento na PrisãoJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T20:26:00ZPalestra Letramento na Prisão
Palestra Letramento na Prisãohttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7300&RootFolder=/Galeria de FotosPalestra Letramento na PrisãoJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T20:41:00ZPalestra Letramento na Prisão
Secretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da Serrahttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7294&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da SerraJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T15:07:00ZSecretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da Serra
Secretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da Serrahttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7293&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da SerraJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T15:48:00ZSecretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da Serra
Secretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da Serrahttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7295&RootFolder=/Galeria de FotosSecretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da SerraJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-15T15:08:00ZSecretário Marrafon anuncia cronograma de ações para Tangará da Serra
Reunião do Projeto Muxirumhttp://www.seduc.mt.gov.br/Galeria de Fotos/Forms/DispForm.aspx?ID=7267&RootFolder=/Galeria de FotosReunião do Projeto MuxirumJunior Silgueiro/SeducMT2017-03-07T14:53:00ZReunião do Projeto Muxirum